Como arrumar uma mala e se preparar para uma viagem

Eu sou uma pessoa que viaja muito, às vezes por lazer, mas principalmente devido ao trabalho. Portanto, acabei criando nesses últimos anos um esquema na hora de fazer a mala bem prático e fácil. É claro que não é um tipo de planejamento infalível (às vezes esqueço de levar um chinelo ou um pijama), mas de maneira geral, funciona muito bem.

Para as viagens semanais mais curtas, faço uma mala bem básica em 30 minutos, apenas pensando no necessário. Já para viagens mais elaboradas, começo a pensar na preparação da mala cerca de dois dias antes do passeio e elaboro uma listinha com tudo que eu preciso levar, como um check list. Parece complicado, mas não é. Neste caso, só uma questão de costume e um pouquinho de boa vontade.

Eu sou o tipo de pessoa que tem horror a exageros, o oposto daquela mulher que leva até a pia do banheiro quando viaja, e tenho fobia de carregar malas muito pesadas ou muitos volumes, então, no post de hoje vou mostrar como planejo uma mala e outros cuidados que tenho na hora de me preparar para um passeio.

A primeira coisa que eu faço antes de me preparar para uma viagem é verificar o Clima Tempo para ter uma ideia de como estará a temperatura no meu destino. Tento olhar a previsão  o mais próximo possível da viagem, pois as coisas mudam muito rápido. Mesmo assim, sempre fico de sobreaviso, pois as previsões também podem falhar.

Já ciente do tipo de clima que eu vou enfrentar, começo a preparar a mala. Para uma viagem de 7 dias em um destino no verão, eu levo o seguinte:

  • 7 TROCAS DE ROUPA. Eu planejo as trocas de roupa como algo completo; roupa, calçado, lingerie e acessórios. Ahhh! Mas eu não levo 7 pares de calçados diferentes, pois eles são geralmente pesados e tomam muito espaço na mala. Levo apenas uns 3 ou 4 pares e vou revezando conforme os dias. Como eu ando muito, é bom mudar o sapato diariamente para não machucar o pé. Também não levo 7 conjuntos de bijoux, pois infelizmente não sou Elizabeth Taylor. Levo dois ou três joguinhos básicos que combinem com tudo. Eu também faço combinações do tipo; uso uma mesma calça jeans com duas ou três blusas diferentes, pois assim a mala e os looks ficam mais práticos.
  •  2 TROCAS DE ROUPA DE EMERGÊNCIA. Sempre pode acontecer algum tipo de emergência, então é importante estar preparada. Essas roupas podem estar dispostas na mala de mão, caso tenham medo de algum extravio de bagagem.
  • 1 OU 2 TROCAS DE ROUPA PARA A NOITE. Eu não faço o perfil festeira, então as roupas para a night não chegam a ser uma prioridade na minha mala. No entanto, gosto de ter algumas combinações mais elegantes para um jantar especial, uma festa ou para um show.
  • 1 ROUPA DE BANHO. Eu não sou fã de praia e quando estou no litoral costumo dar um oi para o mar muito de longe, portanto passo batido nas roupas de banho. Porém, caso o hotel tenha piscina ou sauna, é bom ter um biquíni ou maiô disponível. Se vocês forem mais viciados em praia, dá para acrescentar uma ou duas peças a mais para ir revezando.
  • 1 PIJAMA COM 1 PAR DE CHINELOS. Procuro sempre os mais práticos e confortáveis. Para as pessoas que suam muito, talvez seja melhor acrescentar um segundo pijama.
  • 1 OU 2 OPÇÕES DE ROUPA COM MANGA COMPRIDA. Aqui eu estou planejando uma viagem de verão, então as blusas mais pesadas não são fundamentais. Contudo, mesmo em um destino de veraneio, à noite pode ter uma brisa mais fresca. Além disso, eu tenho uma teoria de que quanto mais quente for a cidade, mais frio é o ar condicionado dos seus espaços fechados. Desta forma, eu SEMPRE carrego xales de lã comigo. Pode ser coisa de vovó, mas são como Bombril, tem mil e uma utilidades. Também levo sempre uma blusa de lãzinha de manga comprida preta, pois combina com tudo.
  • 1 BOLSA EXTRA. Eu sempre carrego uma bolsa extra. Ela é boa para usar com as roupas para a noite, mudando o visual.
  • PRODUTOS DE BELEZA E DE HIGIENE PESSOAL. Esse é um tema polêmico para mim, pois se por um lado eu sou super econômica com as minhas roupas, eu abuso dos meus produtos. Eu costumo levar todos aqueles cremes e maquiagens que eu usaria em uma semana normal. Além disso, faço questão de levar em suas embalagens originais, pois esse negócio de ficar levando vários potinhos não faz o meu tipo. Antigamente eu tinha uma valise bem chique onde eu assentava todos esses produtos, mas não era muito prático despachá-la no check-in dos Aeroportos (lembrando que líquidos em embalagens grandes não podem fazer parte de bagagem de mão em voos internacionais). Sem contar que como ela é mais frágil, está mais propensa a furtos (arrombaram minha valise duas vezes em uma viagem para Cancún). Para resolver esse problema, comprei uma nécessaire super prática da Kippling que cabe tudo que eu preciso e um pouco mais. Ela é molinha  e pode ser colocada na própria mala.

No meu dia a dia, não uso secador de cabelo, chapinha ou baby liss (sortuda eu, não?!), mas caso seja algo indispensável para vocês, acho mais prudente levar seus próprios produtos na mala, pois secadores de hotéis são sempre ruins, até mesmo em resorts cinco estrelas.

Por mais que eu goste do meu travesseiro, também não costumo leva-lo nas minhas viagens, pois ele ocupa muito espaço. Caso vocês não vivam sem ele, ou queiram garantir uma noite bem dormida, podem leva-lo.

Se forem se hospedar em um hostel ou alugar uma casa, é importante levar um jogo de lençóis e toalhas. Como sempre fico em hotel, acabo passando batido por esse detalhe.

E é isso… A arrumação da minha mala segue um padrão bem simples. Os xales e roupas pesadas como calças e blusas de manga longa ficam em baixo de tudo e as roupas mais leves ficam em cima. Sobre as blusinhas, eu as dobro de um jeito como se fossem rolinhos (assim não amassam) e tento dispô-las de forma que preencham os buracos da mala. Já sobre as roupas de seda, eu as coloco de uma forma que as deixem o mais aberta possível. Por último, eu posiciono os sapatos (sempre em saquinhos especiais), a bolsa extra, a nécessaire e o porta lingerie. A arrumação fica basicamente assim…. Dá para ver que ainda sobrou um espacinho para trazer uma bugiganga básica de viagem.

IMG_2594

Coisas que não podemos deixar de levar em uma viagem

IMG_2587

Caso vocês estejam planejando uma viagem internacional, é imprescindível o uso o passaporte (a não ser que estejam visitando o Mercosul, mas ainda assim, me sinto mais segura com um passaporte em mãos). Assegurem-se que ele esteja válido (eu já enfrentei um mini perrengue por conta de um passaporte que iria vencer durante a viagem). Alguns países também exigem visto para entrada de turistas e certificado internacional de vacinação. Tenham o cuidado de verificar quais os documentos exigidos pelo destino e que eles estejam corretos e em dia.

Eu sempre imprimo os vouchers da viagem. Eu sei que não é ecologicamente correto imprimir tantos documentos, mas sou super neurótica com reservas e acho que ter o voucher em mãos é sempre mais seguro.

Não se esqueçam de levar dinheiro. Dinheiro em espécie é sempre bom, pois é aceito em qualquer lugar. Veja qual a moeda local e tente fazer o câmbio nesta mesma moeda para evitar gastos desnecessários. Eu sempre carrego meu dinheiro em uma pochete de pano como a da foto. Ela está sempre comigo. Eu sei que isso é coisa de velho, mas qualquer cuidado é pouco. Também não deixem de levar cartões. Eu gosto muito dos cartões de viagem (Travel Money), pois são pré-pagos, oferecem uma cotação levemente mais baixa que a do dinheiro vivo e te ajudam a controlar os gastos. Infelizmente nem todos os estabelecimentos os aceitam, mas são bem prático. Além disso, também levo cartões de crédito normais que servem para emergências.

 Coisas importantes, mas que sempre esquecemos de levar

IMG_2588

O guarda-chuva é meu companheiro em todos os momentos. Teve uma época da minha vida em que eu achei que usar guarda-chuva era pagar um mico danado e já tomei muita chuva no lombo por essa razão. Hoje uso ele a todo o momento, seja em um dia de sol de torrar os miolos ou uma chuva sem fim. Acho importante levar um guarda-chuva, pois nunca sabemos o que nos espera no destino e ficar comprando um em cada esquina é um saco! Esse meu é da Cath Kidston; comprei em uma viagem para Londres e é a melhor coisa do mundo. Mesmo que ele tenha custado meio carinho; é pequeno, fino e super resistente. Aguenta até chuva com muito vento.

Curativos são sempre importantes. Já comentei que ando muito durante minhas viagens, então estou sempre com os pés machucados. Eu procuro comprar curativos de todos os tamanhos para colocar onde eu preciso, mas o que eu mais gosto é esse Compeed, um silicone que você coloca no calcanhar. Essa é a melhor marca que eu já encontrei pelas minhas andanças e ele também tem modelos para colocar em outras partes do pé. É uma pena que ainda não o encontrei no Brasil.

É importante levar carregador de todos os seus apetrechos, seja celular, máquina fotográfica, computador etc. Em alguns países como Estados Unidos, Inglaterra e Emirados Árabes, eu levo até meu próprio adaptador de tomada, pois nem todos os hotéis oferecem esse serviço e me incomoda perder tempo procurando adaptador no comércio.

Remédio é um assunto importantíssimo. Levem todos os remédios de uso contínuo que vocês costumam tomar, pois normalmente eles não são vendidos sem prescrição médica em outros países. Além dos meus remédios usuais, também levo medicamentos para eventualidades como dor de cabeça e resfriado. É sempre bom estar prevenido! Ahhh! Caso queiram levar um remédio de tarja preta (não é o meu caso!), não se esqueçam de anexar a receita médica do medicamento, pois a Alfândega pode implicar com vocês por conta disso.

Por último, óculos. Básico para todas as ocasiões. Eu costumo levar dois óculos; um que eu uso com roupas mais casuais e outro para looks mais formais, mas eles são sempre necessários, principalmente para viagens de verão.

Por fim, quando estou no Aeroporto, faço questão de embalar minha mala com um filme de PVC. Por anos eu achei essas embalagens horrorosas, mas depois de ter a mala arrombada algumas vezes no Aeroporto de Guarulhos, e de escutar outras histórias semelhantes de colegas, agora sempre embalo minhas malas para inibir os furtos. Não tem coisa mais desagradável que chegar em casa e ver que pessoas mal intencionadas roubaram as coisas que você gosta tanto ou que comprou com tanto esforço. Na hora de embalar minha mala, eu sempre procuro a Protect Bag, uma empresa que tem filiais tanto no Aeroporto de Afonso Pena como no Aeroporto de Guarulhos, pois além deles serem rápidos e atenciosos, eles oferecem junto ao embalamento um seguro de assistência de viagem da ASSIST CARD.

image

Eu sou tão cismada com a segurança da minha mala que quando não encontro empresas que embalam malas nos aeroportos, eu mesma faço o serviço. Só preciso de um tubo de filme PVC e uma fita adesiva. Olha o serviço da profissional?! rsrsrsrsrs

IMG_3513

Acho que é isso. Espero que eu tenha ajudado vocês a entender como eu arrumo minha mala e quais as coisas que vocês não devem esquecer no momento de pensar em uma mala. Quem sabe essas dicas ajudem vocês. Boa viagem!

Um comentário sobre “Como arrumar uma mala e se preparar para uma viagem

  1. Pingback: Documentos e vistos de viagem – Vanessa's Diaries

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.