Um novo olhar sobre Londres

Hoje conto sobre minha última viagem à Londres. Essa é a minha quarta visita à cidade, portanto se ficaram interessados em outras histórias sobre a terra da rainha, deem uma olhada neste post aquiesse e mais este aqui. Dessa vez fui à Londres para participar do Boutique + Lifestyle Hotel Summit, um evento que trata sobre o mercado hoteleiro europeu, organizado pela International Hospitality Media. No entanto, como não sou de ferro, aproveitei minha estada em Londres para conhecer lugares diferentes e atrativos menos conhecidos e vou contar um pouquinho sobre essas novas descobertas.

Como passei parte da viagem envolvida nas atividades do evento, não vou contar o passeio de acordo com os dias, descreverei apenas os atrativos que visitei durante o meu período na cidade e que acho que vale a pena compartilhar.

Mas antes de contar mais sobre aos atrativos, queria dar uma dica de hotel bacana. Toda a vez que vou à Londres faço questão de ficar em um empreendimento diferente. Dessa vez, hospedei-me no Citizen M Tower of London. O Citizen M é uma rede de hotéis que eu gosto muito, pois oferece empreendimentos modernos, estilosos e, ao mesmo tempo, descontraídos. Adorei o Hotel e o recomendo! O quarto é pequeno, mas extremamente confortável, silencioso e moderno (a iluminação, a cortina e a temperatura do quarto são controladas por um Ipad). O serviço é bem prático, mas os atendentes são gentis e animados. Admito que a localização não é a melhor de Londres, pois fica fora do burburinho turístico, mas está localizado em cima de uma estação de metrô, então é super prático. Ahh! E o bar do Hotel é um point de turistas à noite. Deem uma olhada nas fotos do empreendimento… As duas primeiras fotos são dos espaços sociais; a terceira foto é a do meu quarto e a última é do Ipad disponível em todos os apartamentos.

E vamos aos atrativos:

Museum of London – Eu sou “a louca do museu”, mas fico com vergonha de dizer que até essa viagem nunca tinha ouvido falar desta atração. Ele é espaço gratuito (adoro museus gratuitos!) que trata sobre a história de Londres, dos primórdios com as primeiras civilizações, à formação da população inglesa (pelos alemães saxões e os vikings), destacando também o período de conquista romana, a contrarreforma, o desenvolvimento industrial da cidade na segunda metade do século XIX, a era Beatles e as Olimpíadas de 2012. O museu tem um quê de interativo e é muito legal, recomendo! É um bom lugar para quem gosta de história e quer conhecer mais a  fundo o desenvolvimento de Londres. Ele está localizado a duas quadras da Catedral St. Paul.

Ahh! Dica bacana sobre a Catedral de St. Paul. É uma das igreja mais importantes de Londres e é esta a igreja que sediou o casamento da Princesa Daiana com o Príncipe Charles. Eu já tinha visitado à Catedral em minha primeira passagem por Londres, mas não tive coragem de entrar, pois cobravam £ 17 pela visita (hoje custa £ 18).  Caso queiram visitá-la gratuitamente, sugiro que deem uma passadinha durante os horários das missas, pois nestes períodos ela está aberta aos fieis. No Domingo ao meio dia tem uma missa. Coincidentemente estava começando uma celebração quando eu saía do Museum of London. Lucky me!

IMG_5386

Tate Modern – É o mais importante museu de arte moderna de Londres. Está localizado do outro lado do Rio Tâmisa e foi instalado na antiga central elétrica de Bankside. Eu não sou muito fã de arte moderna, mas pela importância do museu, achei que valia a pena a visita. No espaço há exposições permanentes com o trabalho de grandes artistas como Picasso, Matisse e até o mais contemporâneo Warhol. É outro museu gratuito e o recomendo para os fãs de arte moderna. Segue abaixo uma foto da fachada do Museu e de algumas das obras expostas no local.

DRCW1457

The Wallace Collection – É um museu de arte com peças da coleção particular de Sir Richard Wallace, um aristocrata inglês no século XIX. O local tem uma coleção de armaduras (não fazem bem meu estilo), de porcelanas, mobiliário francês do séc. XVIII, mas o que mais me chamou a atenção foram as pinturas, com obras dos sécs. XVII, XVIII e XIX de artistas flamencos, espanhóis, holandeses e franceses como Rembrandt, Vélazquez, Van Dyck e Rubens (meu pintor favorito).  Mostra um pouco da vida aristocrática da Inglaterra dos séculos XVIII e XIX. É outro museu gratuito, mas só o recomendo para quem realmente gosta de espaços históricos e arte decorativa.

Dicas gastronômicas

Acho muito engraçada dar dicas gastronômicas, pois estou longe de ser uma expert no assunto e adoro um bom e velho lanche do Mc Donald´s, mas visitei alguns lugares diferentes que gostaria de compartilhar.

Chá da Tarde no The Ritz London – Um dos programas mais tradicionais em Londres é tomar o chá da tarde em algum dos vários hotéis e cafés da cidade. É quase como uma instituição. Um dos meus sonhos era ter a oportunidade de tomar o chá da tarde no The Ritz London, um dos hotéis mais tradicionais e exclusivos no mundo, mas nunca foi uma tarefa fácil. Primeiro porque o chá da tarde é caro para caramba e é tão disputado que as reservas devem ser realizadas com meses de antecedência. Depois de algumas tentativas frustradas, finalmente consegui! O chá é oferecido no lindíssimo salão Palm Court com música ao vivo (piano, violinos e uma cantora bem ao estilo vintage). O cardápio oferece 18 diferentes tipos de chá, 8 tipos de sanduíches e 6 opções de doces. Também pode ser acrescido champanhe e bolo. Nem preciso dizer que quase saí rolando do Hotel. Foi uma das experiências mais legais da minha vida e recomendo para todos que tenham interesse (e uma graninha sobrando…). Deem uma olhada no luxo do salão Palm Court, nas opções servidas durante o chá e no detalhe dos bules do The Ritz London.

Aubaine Restaurant – É um restaurante francês com filiais em diferentes pontos de Londres. Eu almocei no restaurante localizado dentro da loja de departamento Selfridges. Oferece um cardápio enxuto, carinho, mas gostoso. O que mais me chamou a atenção foi a decoração repleta de flores. Vale a pena para quem procura um lugar especial para uma refeição prática.

Borough Market – É um dos mais antigos mercados em Londres (de 1756). Ele também está do outro lado do Rio Tâmisa, entre o Tate Modern e a London Bridge. Ao contrário do que eu imaginava é um mercado bem turístico e é relativamente pequeno, mas tem banquinhas muito interessantes. Grande parte dos produtos é preparado ou cultivado por empreendedores locais e muitos deles são típicos da região. Adorei a visita e recomendo o passeio. Acho que é uma ótima pedida para um Sábado no horário do almoço. Segue abaixo uma foto de uma das fachadas do Mercado, do escritório do atrativo e dos produtos oferecidos em uma das barraquinhas.

IMG_5530

Super dica – Eu não sou uma entusiasta de Londres, mas devo admitir que essa viagem foi especial. Primeiramente porque Londres me presenteou com uma semana de clima agradável e muito sol, mas também porque fiz questão de conhecer outros bairros da cidade pouco explorados pelos turistas e descobri que essas regiões mostram uma das facetas mais charmosas da cidade. Então minha dica é: Quando visitarem Londres, se tiverem um tempinho sobrando ou quiserem fugir das zonas mais turísticas, andem por Marylebone (a Marylebone High Street é uma rua comercial super charmosa cheia de cafés e restaurantes) e pela região da King´s Road (as ruas que cortam a King´s Road tem as casas mais fofas da cidade). Garanto que valem a pena o passeio! E termino o post com três fotos de tirar o fôlego. As duas primeiras são das vitrines da Rag & Bone na Sloane Square e da Kiehl´s, respectivamente. Durante a semana que eu estava em Londres, as vitrines das lojas da região de Chelsea & Kensington estavam todas floridas, uma forma de celebrar a primavera e chamar a atenção dos turistas. A terceira foto é de um café charmoso em Belgravia, e fecho o post com as casas fofas próximas à King´s Road.

 

IMG_5419

IMG_5423

See ya….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.