Desventuras pela Europa-Capítulo 4 – Leeuwarden,meu lar na Holanda!

Esse deveria ser o segundo post desta série, mas admito que a preguiça e a falta de inspiração fizeram eu postergar minha tarefa. Entretanto, os últimos dias de sol e calor me deram um novo fôlego para escrever sobre o lugar que vem me conquistando aos poucos. Desta forma, no texto de hoje gostaria de apresentar Leewarden, minha cidade pelo próximo ano na Holanda. Com quase 100 mil habitantes, Leeuwarden é a capital da província da Frísia, região situada no noroeste do país. Está localizada há pouco mais de duas horas de Amsterdã e é aquele lugar com carinha e jeitinho de interior que, a partir de sua rica história e cultura, foi nomeada, juntamente com Valeta, em Malta, Capital Europeia da Cultural em 2018. A própria Frísia, ou Friesland (em holandês) é um caso a parte, pois tem uma cultura e língua própria, o Frísio. É uma província com pouco mais de 600 mil habitantes que possui um povo mais aberto, amistoso e muito orgulho de sua origem.

Neste post contarei brevemente sobre os principais edifícios e atrativos do cidade.

O principal símbolo de Leeuwarden é a Oldehove, uma torre com quase dois metros de inclinação construída no século XVI que, devido à instabilidade do terreno se transformou na Pisa Holandesa. A história da Torre é muito interessante, pois neste período Leeuwarden se tornava a capital da Frísia e queria mostrar sua importância construindo uma grande catedral no lugar de uma igreja já existente; esta catedral deveria ter a torre mais alta da Holanda. No entanto, logo no início da construção foi possível perceber que a estrutura começou a cair e depois de tentativas frustradas para corrigi-la, a obra foi completamente abandonada. Caso tenham interesse, é possível entrar na torre e subir os 183 degraus até seu topo, ou simplesmente pegar o elevador. A partir da torre tem-se uma vista de parte da cidade e de seu entorno. Deem uma olhada na construção.

O segundo edifício mais importante de Leeuwarden é De Waag. Construído em 1595 em estilo renascentista, servia como um local para a pesagem de mercadorias antes de vendê-las ao mercado. Foi usado principalmente para pesar laticínios como manteiga e funcionou até 1880. Hoje sedia um café chamado Stadsterras. O edifício está estrategicamente construído em frente a um canal na Niewestad, a principal rua comercial da cidade com cinemas (sim, Leeuwarden tem dois cinemas!), cafés estilosos e lojas como C&A, Hema, Etos, Zara e H&M. Abaixo disponibilizei fotos do De Waag e da charmosa Niewestad.

Outro orgulho de Leeuwarden é o Blokhuispoort, uma antiga prisão que se tornou um espaço multicultural. Foi originalmente construída pelos saxões no final do século XV como uma fortaleza. No século XVI foi transformada em uma prisão e funcionou com tal propósito até 2007 quando o edifício foi oficialmente fechado. O espaço foi reestruturado e reaberto há poucos anos; conta com uma livraria estilosa e completíssima, café e restaurante que estão entre os mais descolados da cidade; uma feira de artesãos e um hostel temático. Caso tenham interesse em mais histórias sobre a prisão em si, há visitas guiadas com os antigos guardas todos os sábados às 14:00 e 16:00. O passeio custa € 10 e inclui uma bebida no Café de Bak. Deem uma olhada na fachada do Edifício.

Na mesma rua da antiga prisão encontram-se outros edifícios importantes como a Casa da Província, o antigo prédio do Correio, hoje transformado em um hotel de luxo e um dos mais estilosos restaurantes da cidade e a Chancelaria. A Chancelaria (Kanselarij em holandês) foi o tribunal da Frísia por quase 300 anos. Construído em 1566, é considerado um dos edifícios mais bonitos de toda a Holanda e é cheio de detalhes e simbolismo. Hoje é um espaço destinado ao empreendedorismo.

Ainda no centro da cidade, outro edifício importante é a antiga Prefeitura. Construída sobre as ruínas do palácio Auckamastins, este edifício do século XVIII em estilo Louis XV ainda é usado como gabinete do prefeito e dos vereadores. Logo em frente à Prefeitura localiza-se o antigo Palácio Real, hoje transformado em um Hotel. Deem uma olhada na fachada da antiga Prefeitura.

A cidade de Leeuwarden conta com vários museus que abordam diversas temáticas, mas o maior e mais importante deles é o Fries Museum. Ele trata sobre a Frísia e oferece um acervo com objetos escavados de antigos montes frísios e talheres dos séculos XVII e XVIII. Há itens sobre Mata Hari, a bailarina exótica mais famosa da Europa no início do século XX que nasceu em Leeuwarden e foi condenada a morte ao se tornar uma espiã alemã; obras de pintores consagrados e artistas frísios do século XX, arte e design contemporâneo. Caso tenham interesse o ticket custa € 20.

Outro museu que vale a pena visitar se vocês gostam de arte é o Museu Nacional de Cerâmica Princessehof. O local possui a maior e mais variada coleção de porcelanas chinesas dos Países Baixos, peças de Picasso, além de uma coleção de cerâmicas holandesas Art Nouveau e Art Déco do período 1880 a 1930 (que eu perdi o fôlego!). Além do acervo interessante, o museu está localizado em um palácio do século XVIII no qual serviu como residência de Maria Louise van Hessen-Kassel, um personagem importante para a Frísia e para a monarquia europeia atual. A visita ao Museu custa €12,50.

Eu ainda poderia escrever sobre as Gasthuizen, os canais e sobre tantas outras particularidades da cidade, mas vou terminar meu post com alguns edifícios e momentos especiais em Leeuwarden. De certa forma é muito difícil para uma urbanoide como eu estar tão longe dos grandes centros, mas meu coração está tão cheio de amor por este pedacinho tão charmoso, cheio de gente com um sorriso no rosto e que faz um esforço para me entender, que nem o vento de 70 quilômetros por hora, as chuvas que não dão trégua e as bicicletas que nunca respeitam os pedrestes tiram o brilho do lugar.

Caso tenham interesse em saber mais sobre a cidade, assistam o vídeo no Youtube. Preparei-o com todo amor e é o único vídeo de Leeuwarden disponível na língua portuguesa e há alguns cantinhos no vídeo que não destaquei no texto.

Encontro vocês nas próximas aventuras.

Tot Ziens!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.