Um super e completo post sobre Bonn!

Bonn foi a primeira cidade que visitei nesta temporada europeia. Entretanto, optei por conhecer bem o destino antes de escrever sobre ele. Hoje finalmente publico minhas várias experiências em Bonn vivenciadas no decorrer dos meses por aqui. Já vou avisando que escrevi MUITA COISA, mas também disponibilizei várias fotos para que o post não ficasse tão cansativo.

Conhecida como a terra de Ludwig van Beethoven, Bonn é uma cidade alemã com quase 350 mil habitantes situada no noroeste da Alemanha, às margens do Rio Reno (Rhein) e a 30 quilômetros de Colônia (Köln). Poucos brasileiros sabem essa informação, mas a cidade tem uma importância histórica e política para a nação alemã, pois foi durante 50 anos a capital da Alemanha Ocidental, até a unificação do país no início da década de 1990. Na transferência para a nova capital Berlim, Bonn perdeu suas embaixadas, mas permaneceu como a sede de grandes instituições alemãs como a Deutsche Welle, a Deutsche Telekom e o Deutsche Post. Também é a sede da Organização das Nações Unidas (ONU) no País. Turisticamente, a cidade é reconhecida como uma das capitais alemãs da arte e da cultural e oferece um grande número de eventos culturais e museus. Sobre os museus, eles são tão importantes que há até uma área da cidade dedicada especialmente à eles, conhecida como Museumsmeile.

Sejam bem vindos!

IMG_1315

O coração de Bonn está no centro histórico da cidade. Extremamente bem conversado, ele mostra um dos aspectos mais charmosos da arquitetura alemã com edifícios do final do século XIX e início do século XX. Uma das construções mais importantes do centro é a Universidade de Bonn (Universität Bonn). Criada em 1818 pelo rei prussiano Frederico Guilherme III, essa é uma das maiores e mais conceituadas universidades alemãs. Em frente ao lindo edifício em tom amarelo, é possível ver um gramado onde nos finais de semana as pessoas fazem piquenique, “tomam um bronze”, jogam futebol ou apenas deixam a vida passar. Ao lado do edifício central da Universidade, encontra-se o Ägyptiches Museum Bonn, um museu egípcio que faz parte desta mesma instituição de ensino. A visita custa apenas € 2,50, mas mesmo sendo barato, não vale a pena. Ele é muito fraquinho! Deem uma olhada abaixo na foto da fachada da Universidade.

IMG_1317

Muito próximo a Universidade, na Markt, é possível encontrar a Altes Rathaus, um lindo edifício em estilo rococó do século XVIII. Além de ter servido como prefeitura da cidade, também foi palco de discursos históricos e visitas de Estado durante o período em que Bonn foi a capital do país. A Markt também é um atrativo a parte, pois durante os dias da semana sedia uma animada e colorida feira com produtores locais. Vejam abaixo uma foto da linda Altes Rathaus.

IMG_0149

Atrás da Altes Rathaus está localizado o StadtMuseum Bonn, o museu da cidade. A fachada do local assusta um pouco, pois é um prédio comum, desses bem quadradões, no meio de uma rua comum e com pouca sinalização. É possível o turista passar por lá sem notar que é um museu. O acervo é pequeno e está concentrado em dois andares. Na minha opinião, a parte mais interessante do atrativo está concentrada no segundo andar onde eles recriam ambientes do final do século XIX e XX. Há um salão de cabeleireiro do início do século XX, uma mercearia do final de século XIX, adorei! A entrada é gratuita, mas não sei é uma situação corriqueira ou se ocorreu por visita-lo no primeiro Domingo do mês. Eu gostei e é uma boa oportunidade para quem se interessa por história e quer conhecer um pouco mais sobre Bonn.

IMG_0152

Ainda próximo à Altes Rathaus, a poucas quadras da Markt, é possível visitar a Beethoven-Haus Bonn Museum, um atrativo turístico dedicado à este gênio da música. Beethoven nasceu em uma das casas que faz parte do museu. Durante a visita, o turista tem acesso a vários documentos relacionados ao músico. O museu é interessante, mas não é o máximo! Custa  € 8. Segue abaixo uma foto da fachada do local.

IMG_1325

Outro ponto interessante do centro da cidade é a Münsterplatz. Nela, é possível ver a Catedral de Bonn (Bonner Münster), uma igreja medieval com um altar confeccionado em lindos mosaicos dourados. Ainda na praça é possível ver uma estátua de bronze de Beethoven e o histórico edifício do Deutsche Post, um dos cartões postais da cidade. Vejam as fotos da Catedral e da estátua logo abaixo.

IMG_1320

IMG_1319

Espero que ainda estejam animados, pois o passeio só está começando. Ainda no centro histórico, quase ao lado da Münsterplatz é possível encontrar o Sterntor, uma das torres que circundavam a cidade na Idade Média. Essa torre é super antiga, construída ainda no século XIII. Hoje ela está meio perdida e isolada no meio do centro histórico, mas a acho charmosa do mesmo jeito.

IMG_1322

Caminhando em direção sul, é possível ver a histórica Estação de Trens de Bonn (Hauptbahnhof). O edifício possui uma linda fachada neoclássica construída no final do século XIX. Uma pena que o interior não seja assim tão charmoso!

FIL541

Próxima à Estação… Na verdade, duas quadras atrás da Estação, encontra-se o Landes Museum – LVR. É um outro museu da cidade. Achei o acervo mais ou menos, mas ele oferece várias exposições itinerantes. Para quem tiver interesse, o ingresso custa € 8. Logo abaixo anexei uma foto do museu. Eu tirei essa foto no inverno, portanto vocês vão perceber que a iluminação e a paisagem não estão das mais alegres.

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100

Caminhando em direção ao sul da cidade, é possível conhecer o lado mais charmoso de Bonn. O atrativo mais importante desta área é o Schloß Poppelsdorfer, um lindo palácio barroco do século XVIII localizado a 10 minutos de caminhada do centro histórico. O local é charmosíssimo, cercado por lindas casas do final do século XIX e XX. Para ser sincera, é um dos bairros mais bonitos que já tive oportunidade de conhecer. Talvez ainda mais bonito que Kensington e Chelsea em Londres e o Upper West Side em Nova York. Vale a pena tirar um tempinho para dar uma caminhada por esta região! Voltando ao Palácio, o edifício congrega hoje o Mineralogisches Museum, um pequeno museu (são apenas três salas) também financiado pela Universidade de Bonn, que apresenta diferentes minérios encontrados nas mais variadas partes do mundo. Gostei de ver que as vitrines de exposição eram divididas pelos elementos químicos que compõem as pedras. Também gostei de encontrar muitas gemas brasileiras, especialmente ametistas, águas marinas e turmalinas. Entretanto, para dizer a verdade, o museu é bem fraquinho, não vale a visita! A entrada custa € 2,50. Segue abaixo uma foto do Palácio. Devo dar os créditos desta foto ao meu pai…

FIL535

Atrás do Palácio há o Jardim Botânico de Bonn (Botanischen Garten). O local é muito bem cuidado, bonito e cheio de diferentes espécies de plantas. Contudo, como não sou muito fã deste tipo de lugar, não me animei muito com o atrativo. Ele também é mantido pela Universidade de Bonn e a visita custa € 6. Só recomendo para os turistas que são realmente apaixonados por botânica!

IMG_1192

A região de Gronau, também ao sul da cidade, é onde congrega a Museumsmeile, a área onde estão concentrados os mais importantes museus de Bonn. Lá é possível ver os seguintes locais:

Haus der Geschichte der Bundesrepublik Deutschland (Museu Histórico da República Federal da Alemanha). Esse museu conta a história alemã após a 2ª Guerra Mundial. Eu adorei o local, primeiro porque é gratuito (adoro museus gratuitos), mas principalmente porque  ele apresenta um estilo estadunidense de museu, com muitos objetos e vídeos que mostram a história da república alemã. Ele trouxeram jipes militares, tanques de guerra para destacar o período do pós guerra. Há até parte do antigo parlamento alemão, com as cadeiras e a mesa central. Trouxeram também um cinema da década de 1950 e um bar bem estilo americano. O museu mostra a retomada da economia alemã a partir da década de 1950 por meio da exportação de produtos, explica também a importância do esporte na história do país. Mostra a questão aeroespacial, a paixão pelo automobilismo e a influência da música e da televisão na cultura local. Na década de 1970, mostra as ameaças terroristas e na década de 1980 dá ênfase à queda do muro de Berlim.  Dá para ver que eu fiquei empolgada com o lugar, não?! Atrativo imperdível!

IMG_0251

 – Bundeskunsthalle.  O museu oferece várias exposições itinerantes simultaneamente. Fui visitar a exposição temporária sobre Florença. A mostra trazia a evolução da cidade perante os séculos, desde o poder da família Médici como mecenas das artes, à Florença, destino do turismo cultural. Paguei € 11. O museu conta ainda com um restaurante bem simpático chamado Speisesaal. Este estabelecimento é uma boa pedida para uma refeição rápida ou um delicioso café da manhã (€ 10, 90) no final de semana.

IMG_1049

IMG_0249

– Kunstmuseum Bonn. O Museu de Artes de Bonn oferece tanto exposições permanentes quanto temporárias. Fui visitar a coleção de August Macke, um pintor expressionista que viveu em Bonn (mostra permanente), mas também dei uma olhada na Dark Light, uma exposição temporária super sombria do pintor espanhol Juan Uslé. O museu está localizado em um edifício super moderno e é destinado aos amantes da pintura. Caso não seja a praia de vocês, não sei se vale a pena! Paguei € 7 pela visita.

IMG_1047

– Koenig Museum.  É o maior museu de história natural da Alemanha. Ele tem 100 anos de idade (nem sempre dedicados apenas ao museu) e mostra diferentes ecossistemas (cerrado, árido, polar, etc) e seus animais particulares. Há uma boa coleção de aves e mamíferos. Possui um viveiro com cobras, lagartos, etc. Não é um museu enorme, mas é a melhor atração cultural para visitar se vocês têm filhos pequenos. As crianças ficam completamente encantadas com tantos animais. O edifício é incrível! Se vocês estiverem interessados, a admissão custa € 5 (bilhete normal).

IMG_0292

IMG_0296

A cidade de Bonn não vive só de museus. Ela oferece ainda um lindo parque às margens do Rio Reno (Rhein) chamado Rheinaue. O parque é GIGANTE, extremamente bem cuidado e oferece um charmoso lago, distintos jardins, além de outros espaços de lazer. O atrativo fica lotado nos dias de sol. Uma boa opção para as pessoas que querem curtir o tempo livre!

Sobre alimentação, quero dar duas dicas preciosas de Bonn. A primeira é a First Flush. Essa casa de chás está localizada na Markt, quase ao lado da Altes Rathaus. É um lugar super, hiper charmoso, onde é possível saborear um completo café da manhã, um diferente chá da tarde ou pratos mais elaborados e consistentes. Para mim, foi amor a primeira vista! Além de adorar a decoração, também sou apaixonada pelo aroma dos chás fundidos com os lírios espalhados por todos os cantos. Minha melhor sugestão é uma pasta fresca com salmão e camarões ao molho curry. Divino! Deem uma olhada no ambiente do First Flush.

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100

VLUU L100, M100  / Samsung L100, M100

Outro local que está no meu coração é o Schlosscafé Poppelsdorf, uma confeitaria localizada a uma quadra atrás do Schloß Poppelsdorfer. O local é simples, mas acolhedor. Além disso, oferece as tortas e pâtisseries mais bonitas e saborosas da cidade.

E assim terminou meu post. Ufaa! Bonn é aquele tipo de local para aproveitar a vida. Eu tenho a sensação que esse destino anda em um ritmo distinto, como se estivéssemos em uma cidade interiorana. Eu devo admitir que às vezes isso me incomoda um pouco e começo a sentir saudade da loucura de Colônia ou de Frankfurt. Por outro lado, nenhuma dessas duas cidades oferece o charme da antiga capital. Por essa razão, recomendo muito este destino, principalmente para os turistas que estão planejando dar uma passadinha pelo Rio Reno.

Auf Wiedersehen!

2 comentários sobre “Um super e completo post sobre Bonn!

  1. Muito bacana seu post sobre Bonn, várias informações interessantes e relevantes. Estive na cidade por um dia, e lá que vivenciei uma experiência curiosa: uma tentativa de atentado na estação de trens, acharam uma bomba lá e a estação fechou por horas (o que me fez ficar mais tempo na cidade). Espero voltar lá um dia. Por aqui no blog voltarei sim, parabéns!

    1. Graziella, fico muito feliz que tenha gostado do post sobre Bonn. Essa região do Rio Reno é muito especial para mim. Espero que mesmo com a possibilidade de atentado na Hauptbanhhof (fico imaginando o pavor das pessoas!), você tenha conseguido aproveitar um pouco da cidade. Um abraço,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.