De volta a capital do Brasil, Brasília

Esse ano eu fui à Brasília passar a véspera do Natal com minha família e gostaria de contar um pouco da minha experiência na capital do país. Já estive duas vezes em Brasília, mas na atual conjetura política, queria muito voltar para sentir o clima da cidade. Viajei à Brasília com a TAM; o Aeroporto de Brasília (BSB) é pequeno (imaginava-o muito maior devido ao grande fluxo de políticos viajando daqui para lá) e um pouco esquisito, pois não tem portas de entrada, mas foi terceirizado recentemente e aos poucos está sendo modernizado. Os novos portões de embarque da TAM, por exemplo, são coisa de outro mundo, um dos mais bonitos que eu já vi na vida.

Brasília

Brasília é para mim uma cidade enigmática. Projetada pelos arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa na década de 1950, e formalmente inaugurada pelo Presidente Juscelino Kubitschek em 1960, a cidade foi idealizada para ser a capital do país. O plano urbanístico de Brasília, chamado Plano Piloto, foi projetado a partir do design de um avião (veja foto abaixo para entender melhor o que eu estou dizendo). O destino foi estrategicamente construído no centro do país para estar mais próximo de todas as regiões brasileiras (acho que essa ideia foi pelo cano, pois ela acaba ficando isolada dos grandes centros e da maioria das pessoas) e desenvolver a região centro-oeste do país. Ela é a maior cidade planejada do mundo no século XX e possui um dos mais significativos conjuntos arquitetônicos e urbanísticos modernistas, características que a tornam singular e fizeram com que ela fosse considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO. 

Brasília

Para conhecer os principais atrativos da cidade, optei por pegar aquele ônibus de dois andares típicos de destinos turísticos. Em Brasília o ônibus é administrado pela Catedral Turismo. Ela oferece um passeio de aproximadamente 2 horas passando pelos principais atrativos da cidade. Custa R$ 50,00 por pessoa (crianças e idosos pagam meia) e sai todos os dias do Brasília Shopping. Deem uma olhadinha na carinha do ônibus logo abaixo. Ele está longe de ser o mais limpo e moderno meio de transporte turístico do Brasil, mas tá valendo. É uma experiência interessante, prática, e por essas razões, o recomendo, principalmente para aqueles que tem pouco tempo e que querem conhecer os principais pontos e ter uma dimensão da gratitude da cidade.

Brasília

O ônibus passa pelos seguintes atrativos: Torre de TV, Catedral de Brasília, Esplanada dos Ministérios, Palácio do Itamaraty, Congresso Nacional, e pára na Praça dos Três Poderes. Abaixo eu coloquei as fotos da Torre de TV, da fachada da Catedral e de seu interior. Ahhh! O Campanário da Catedral, localizado ao lado do edifício, foi um presente do governo espanhol à curia.

Brasília - Torre de TV

Catedral de Brasília

Interior da Catedral de Brasília

Continuando o passeio, passamos pela Ponte JK, estrutura que corta o gigante Lago Paranoá e é considerada a  ponte mais bonita do mundo, e no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidente da República. Segue abaixo fotos da Ponte JK, do Palácio da Alvorada, e euzinha com um dos Dragões da Independência, soldados de elite responsáveis pela guarda da Presidente. 

IMG_3687

IMG_6019

IMG_6020

Voltamos novamente pelo Eixo Monumental, onde passamos pelo Palácio do Planalto, o Palácio da Justiça, o Teatro Nacional e o Conjunto Nacional, este último dizem ser o shopping mais antigo do país (história de taxista, não tenho muita certeza). Segue abaixo uma foto do Palácio do Planalto, edifício onde está localizado o Gabinete da Presidente.

IMG_3694

Antes de terminar o passeio, o ônibus continuou pelo Eixo Monumental passando pelo Estádio Mané Garrincha até chegar ao Memorial JK, museu em homenagem ao Presidente Juscelino Kubitschek, onde jaz os restos mortais do Presidente e de sua esposa. Finalizamos o tour passando pelo Parque Sara Kubitschek, conhecido como Parque da Cidade, o maior parque urbano da América Latina. Logo abaixo disponibilizei fotos do Estádio e do Memorial para que vocês os conheçam.

IMG_3699

IMG_6025

E assim terminou meu tour básico pela cidade.

É claro que não podia deixar de destacar os meios de hospedagem de Brasília. Eu achei a oferta hoteleira de Brasília meio fraca (considerando que é a capital do país e que recebe muitos turistas, empresários e políticos). Salvo algumas exceções, os empreendimentos hoteleiros brasilienses são defasados e caros, em comparação aos serviços ofertados e aos empreendimentos existentes em outras capitais brasileiras. Desta forma, para quem esta procurando um empreendimento com um bom custo/benefício na cidade, o negócio é ter muita paciência para pesquisar e negociar.

Os meios de hospedagem de Brasília estão quase todos concentrados em uma área da cidade chamada Setor Hoteleiro. O Setor Hoteleiro é dividido em Asa Norte e Asa Sul. Para esta viagem, fiquei hospedada no Meliã Brasil 21 Brasília, um hotel da rede espanhola Meliã. Apesar de ter gostado muito da localização do empreendimento (Asa Sul e muito próximo ao principais pontos turísticos da cidade), do atendimento oferecido e da estrutura da suíte, não sei se o recomendo. Uma das noites encontrei um inseto desagradável (vocês já imaginam quem seja) andando pelo banheiro, além de apresentar mofo nos azulejos. Enfim, acho que o empreendimento precisa de uma manutenção urgente. De qualquer forma, segue abaixo algumas fotos da minha suíte para que vocês a vejam.

 IMG_3659

IMG_3658

Pontos que me agradaram em Brasília: A cidade realmente tem cara de capital. As avenidas largas, as ruas limpas e os vários edifícios imponentes impressionam. O Lago Paranoá é outro ponto alto da cidade pelo tamanho e é muito bacana ver os brasilienses praticando canoagem e stand up paddle no local. Outro ponto que eu gostaria de destacar é o aluguel de bicicletas. A cidade possui vários postos onde é possível alugar bicicletas para passear pela região central de Brasília, nos mesmos moldes do sistema adotado no Rio de Janeiro. Ahhh! Inclusive o meu hotel também emprestava bicicletas sem custo algum para o hóspede. Achei a iniciativa super bacana e sustentável! Não achei o custo de vida em Brasília tão caro como as pessoas costumam comentar. Ok, a cidade é cara, mas é tão cara como qualquer bairro mais exclusivo das cidades de São Paulo ou do Rio de Janeiro.

Pontos que não curti em Brasília: A cidade é muito, mais muito grande. Tudo é muito longe, espalhado e isolado. Leva-se muito tempo para chegar à qualquer lugar e o turista acaba na dependência dos carros. Além disso, vocês não veem pessoas andando nas ruas, elas estão concentradas nos shoppings e centros comerciais espalhados por todos os cantos (by the way, nunca vi tantos shoppings e centros comerciais em um só lugar). Por fim, os jardins de Brasília estavam relativamente bem cuidados, mas não tão coloridos e impecáveis como da última vez que visitei a cidade. 

Lugares para conhecer: Várias pessoas me recomendaram o Pontão do Lago Sul, balneário às margens do Lago Paranoá no qual é possível encontrar lojas e restaurantes. Realmente é um lugar muito bem cuidado, mas devo admitir que achei-o meio sem graça. E achei as opções gastronômicas limitadas. De qualquer forma, o recomendo, pois pode ser que minha impressão tenha sido equivocada ou minha estranheza tenha se dado por não conhecer bem o atrativo. Outro ponto que deve ser visitado é a Feira de Artesanato da Torre. Esta feira é bem organizada, bem dimensionada, oferece vários produtos que vão de souvenirs, vestuário e mobiliário, mas não tem nada que a difere de outras feiras de artesanato. Na verdade, o que eu destacaria no espaço é a riquíssima praça de alimentação; um local simples, mas especializado em comida regional. É possível encontrar pratos típicos de Minas Gerais, Amazonas, Pará, Maranhão e Bahia. Recomendo também a visita ao Museu Nacional e ao Museu do Índio (não os visitei, então não posso assegurar que sejam realmente bons, mas também me disseram que eram interessantes e o melhor, gratuitos).

E assim terminou mais uma viagem. Espero que tenham gostado do relato e das fotos. E aguardem, pois logo logo terá mais uma surpresa caribenha por aqui.

Ahhh! Quero terminar esse post com uma foto minha com Os Candangos, monumento que homenageia os operários que construíram Brasília.

Até mais!

IMG_6012

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.